Definição de Professor de Geografia (Segundo a Desciclopédia)

Encontrei na Descicloédia http://desciclo.pedia.ws/wiki/Professor_de_Geografia , e achei a pura verdade

Professor de geografia é aquele cara que é contra tudo aquilo na sociedade em que vive, e sempre culpa a política, o capitalismo ou os países de primeiro mundo, ou seja, tudo e todos menos o Lula.

Os professores de geografia são normalmente anarquistas, socialistas ou comunistas que aceitaram um trabalho que só é bem pago pelo capitalismo se eles trabalharem o dia inteiro, porém há um motivo por trás de todo esse sofrimento: Eles estão lá para passar a aula inteira falando como o governo Bush é ruim, como o MST é justo ou como seria se os europeus não tivessem matado os índios e também tentando te convencer a fazer protesto, tais como a reforma agraria vai acontecer no Brasil e o fim da industria da seca.

Imagem:Homer-donut.jpg

São normalmente caras carecas e meio gordos que ficam andando com mapas embaixo do braço pela escola e ironicamente sempre estão usando uma camiseta do Brasil, ou senhoras de mais de 40, com grandes chances de ser virgem. Em alguns casos terão uma cicatriz proveniente da época da ditadura, na qual foram torturados por fazerem seus discurssos e criticarem o governo, aqueles que não tem eram uns (?????????) que tinham medo de protestar e ficavam só falando do relevo da Bahia ou sobre os afuentes do Rio Amazonas. Geralmente ouvem SÓ música nacional - rock nacional nem pensar, é americanismo. Se forem vegans - como os professores de Filosofia, provavelmente têm um corte de cabelo estranho - no sexo feminino, ele provavelmente vai ser raspado ou extremamente volumoso e eles ADORAM estragar seus sonhos, como papai noel.

Tirando as aulas que o assunto chega ao governo os professores de geografia também ensinam coisas muito importantes sobre a geografia como: Quantos metros de distância São Paulo está do mar, porque não chove no sertão do nordeste, que a capital do Acre é Rio Branco(se é que ambos eczistem), entre outras coisas que você quase não vai usar a não ser que vá viajar para um desses (???) de mundo, o que é duvidoso, já que você é um pobre sem um centavo no bolso pra compra uma passagem da Gol e ir comendo barrinha de cereal a viagem inteira. Até o Acre.

 

Escola, Melhor formar do que informar

Formar uma pessoa adulta não é tarefa fácil para ninguém, embora a formação de uma pessoa não se dá apenas em uma relação familiar ou tão somente escolar, esta por sua vez é muito mais complexa e também singular a cada um.

Vamos entrar em um assunto muito discutido, mas que por alguns motivos continua sendo um paradigma social. Conforme o ser humano vai "amadurecendo", a clarividência dos valores formais construídos ao longo da educação básica no ambiente escolar fica mais explícita. É a expressão da sociedade, a cada tempo sua escola, a cada escola o seu próprio tempo!

A escola é o ambiente adequando, que deveria estar preparado para atender a sociedade na formação do individuo, dado os costumes, valores e para variar o conteúdo. Certa vez uma diretora de escola disse "Educação o pai da em casa, escola ensina cultura". Mas mal sabia aquela educadora que cultura é literalmente o "Juízo de Valor", que adquirimos ao viver na sociedade. Contudo, ainda não ficou claro o papel da escola para esta sociedade.

Não faz muito tempo que a escola tornou-se obrigatória para todo o território nacional, foi na administração de Getulio Vargas e naquela ocasião o interesse pela escola estava voltado para a industrialização no Brasil. A escola deve servir ao processo econômico deste modo? Bom, não dá para desvincular o processo econômico da escola, economia é a relação produção e consumo, mas também a produção e uso do produto, quem produz e que usa quem produz e quem consome. Para produzir é preciso o mínimo de preparo, a leitura é fundamental. Não se pode negar, mas alem disto, qual é o papel da escola?

Em 2010, a estrutura social continua sendo o conflito antagônico de duas classes, como na gestão de Getulio Vargas, mas o que mudou no processo é o avanço da tecnologia, o avanço da relação cibernética, das comunidades digitais. Tudo isso é representação do nosso tempo. Qual é o papel da escola?

É uma resposta sem fim, qualquer um que arriscar responder vai encontrar certos paradigmas, mas a escola hoje perdeu identidade, vive em guerra de interesses com os alunos, enquanto a escola deve formar o aluno precisa da informação para constante interação com o  meio digital/informacional. O grande risco é a escola desistir do seu papel de formar, nem que seja para qualificar trabalhadores apenas, mas melhor seria se formasse caráter e valores.

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]